0 Item
O lado positivo do rastreamento e telemetria na logística.

O lado positivo do rastreamento e telemetria na logística.

Dentre todos os modais, o rodoviário é o mais importante em se tratando de Brasil. Ele integra agilidade, flexibilidade, acessibilidade, melhor custo benefício perante outros modais, além de ter a maior cobertura em extensão com o manuseio mínimo das cargas.

Mas um lado negativo força esse modal a buscar inovações para fazer frente à essas adversidades como: a falta de infraestrutura nas malhas viárias, baixa renovação das frotas exigindo muito da vida útil dos transportes, excesso de carga, grande número de acidentes, roubos de carga, e um custo alto com manutenções e combustíveis.

Não bastasse tudo isso, temos uma carência de mão de obra especializada, muitas horas no trecho, gerando passivos trabalhistas para as empresas.

O rastreamento e a telemetria surgiram e não param de se desenvolver, justamente para transformar o cenário do mercado de transporte e logística em positivo.

Temos hoje no mercado brasileiro sistemas tecnológicos de monitoramento que utilizam pontos georreferenciados para medir ou rastrear a distância de veículos em movimento através de comunicação sem fio (GPRS).

Enquanto isso a telemetria coleta o máximo de informações e transmite para uma Central que acompanha, analisa e permite ações de padrão.

Consequentemente o veículo que passa a ter equipamentos de rastreamento e telemetria específicos, sejam eles de qualquer porte, passam a obter e analisar todos os sinais vitais desse veículo, como velocidade real, RPM, consumo de combustível, temperatura do motor, pressão de óleo, tempo de direção, entre muitos outros pontos.

A telemetria ainda permite identificar e corrigir riscos de direção, controlar e monitorar desempenho dos motoristas e criar programas de treinamento, inclusive alguns preventivamente, quando por exemplo, um alto falante na cabine, dispara uma mensagem pré-gravada alertando ou corrigindo alguma ação do motorista, é feedback instantâneo.

Hoje em dia o desenvolvimento maior está justamente nos periféricos que sensibilizam, monitoram e informam a central por meio dos equipamentos instalados, avisando sobre abertura e fechamento de portas de cabine, de baú, sensores de desengate de uma carreta, informação da temperatura em 2 ou mais ambientes de uma carga frigorífica, bloqueio do combustível em caso de tentativa de assalto e roubo, entre outros tantos que nossa empresa desenvolve, sempre pensando nas melhores soluções de qualidade para esse mercado.

O rastreamento e a telemetria, embora vistos como vilões para os motoristas, são seus maiores aliados, quando tratamos de sua segurança e proteção.